BABACAS

Durante a sua vida de fêmea bem resolvida e baladeira, você vai encontrar bofes sortidos. Os tipos mais variados poderão ocupar a memória de sua agenda de telefones, dos mais bacanas aos mais babacas. Como homem bacana é bom e todo mundo quer, não precisamos nos deter na análise do tipo, já que nosso serviço aqui é de alerta a moçoilas com problemas com assistência e orientação dos cromossomos y desorientados. Achamos salutar o desenvolvimento dos bofes que ainda não sabem prestar assistência com qualidade (os que já sabem também são muito bem vindos, até para orientar os “cromossomos y” estagiários no quesito assistência com qualidade), por isso, vamos tratar essa semana de um tipo muito grave de desassistência: a babaquice. O babaca sempre foi conhecido como boca-mole, tanso, devagar. Porém, a poluição atmosférica e o excesso de hormônios encontrado em carnes como o frango, produziram uma mutação genética no babaca, criando novas espécies.

São elas: o babaca boçal, o babaca escroto e o babaca clássico.

Foi publicado um texto das Desassistidas na
6º edição da Revista Núcleo Online:
Os burros que nos desculpem, mas inteligência é fundamental!
Você também pode publicar é só encaminhar textos para análise.
Visite a revista!!!

3 comentários:

Sheila disse...

Já estou até imaginando as descrições das novas espécies, mas no final BABACA já resume bem! (rs)

Beijos

**Mi** disse...

adoreiiiiii aki!
já divulguei p/ td mundo...
e não aguentei! abri 1 post só divulgando esse blog lah no meu!!
rs!
adoreii!
precisando de opiniões, idéias etc...
é só pedir!! rs

Anônimo disse...

Vale só advertência para o risco da generalização a promover o preconceito. O que poderá culminar em tremenda babaquice.
http://cadinhoroco.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina