Série Verão – Não Faça Isso

Que a praia é um território democrático ninguém discorda. Que não há diferenças e todos banham-se na mesma água, dividem a mesma areia, também é verdade. Mas (sempre tem um “mas”), tamanha liberdade acaba dando espaço para comportamentos estranhos na orla.

São jogadores de frescobol com raiva da bola (de frescobol), que atacam a pobre coitada com raquetadas agressivas. Adultos com complexos de infância que amarram suas toalhas na costas fazendo delas capas de super heróis. Sungas que não cobrem aquilo que ninguém quer ver. Biquínis que mostram além do necessário.

Além disso, a praia também é cenário ideal para histórias que serão recontadas a exaustão nos meses seguintes. Dentre as recordações que trazemos com a lembrança de um verão inesquecível há sempre a história daquela amiga que se bronzeou com a etiqueta do biquíni para fora da roupa (podemos chamar um biquíni de roupa?). Ou o amigo que dormiu na areia homo sapiens e acordou crustáceo.

Mico, teu nome é verão.

Um comentário:

Afrodite® disse...

quem dera passar o verão assim...
ai ai ai... mas vou trabalhar!!!
:(
adorei o texto.
;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina